fevereiro 14

17 coisas que todo designer gráfico deve saber

0  comments

Que a vida de designer gráfico não é fácil, todo mundo sabe. Mas, em meio a deadlines (prazos) apertados, exigências irreais e pouco reconhecimento, não são muitos os que param para perceber a grande dose de aprendizado que vem no caminho.

A cada experiência, os profissionais adquirem mais maturidade para entender o que se deve fazer, e também, se aprende o que precisa ser evitado para ser bem-sucedido nessa área de design gráfico.

Por isso, criamos uma lista com uma seleção de coisas que todo jovem designer gráfico deve saber ao entrar nesse mercado. Esperamos que essas pílulas de sabedoria sejam de grande ajuda aos novos colegas de trabalho.

1) Sempre cobre um preço justo pelo trabalho

designer gráfico deve saberNão dê descontos. Isso desvaloriza o mercado e vai acabar afetando você mesmo.

Ofereça valor agregado. Mas lembre-se, pouco importa para o cliente o número de horas que irá trabalhar. Tão pouco quantas pessoas participaram do projeto, ou se teve gastos adicionais com imagens.

O cliente enxerga valor naquilo que ele busca.

Se ele quer um site para vender mais, venda um design que converte mais vendas.

Se procura por um design de interface, venda a facilidade na usabilidade.

Se o objetivo é sinalização, venda a assertividade da informação.

 

2) Se conseguir, agende um prazo maior do que o necessário

Se entregar o trabalho antes, cliente satisfeito.

Se algo atrasar, você tem uma margem de tempo para resolver o problema.

Program-se com o Google Calendar.

Evite entregar trabalho atrasado. Só queima o seu filme.

 

3) Sempre receba adiantado

Não aceite cheques pré-datados e só entregue o trabalho quando tiver recebido tudo. Evite a dor de cabeça que é um calote.

Lembre-se fortemente desse conselho, mesmo que esteja bem no início da sua carreira profissional como designer gráfico.

 

4) Você vai fazer muita coisa que não gosta…

Saber lidar com isso é parte do sucesso.designer gráfico não gosta

5) Designer Gráfico: Talento não é tudo

Trabalho duro, respeito e conhecimento técnico também são importantes para a profissão. Por isso, você deve saber como dominar essas outras áreas.

 

6) Seja humilde

Aceite as críticas e sugestões e use-as como combustível para crescer na carreira de designer gráfico.

Quanto mais experiência, mais você consegue distinguir quais críticas e sugestões devem ou não ser escutadas. Procure um mentor que você admire, e siga o que ele diz até atingir uma confiança e segurança em si próprio.

Mesmo assim, mantenha-se humilde.

 

7) Termine sempre o que começou

Esforços geniais sem resultados não são nada além de tentativas.

Um projeto 98% pronto, pode valer ou funcionar tanto quanto um que nem começou.

 

8) Mantenha o seu espaço de trabalho organizado

Isso inclui as suas pastas do computador. Você vai evitar o desperdício de tempos preciosos com isso.

Termine o seu dia organizando tudo. Isso aumenta a produtividade do próximo dia.

 

9) Tenha sempre um backup

designer gráfico nuvem dropboxEm vários pen drives, HDs ou nuvens. Você não irá se arrepender se precisar um dia.

Recomendo fortemente o Dropbox.

 

10) Faça um bom networking

E seja gentil com os colegas.

Como você deve saber, existem muitas possibilidades para designer gráfico, mas o mercado é pequeno.

Não crie inimizades.

Tenho exemplos de colegas profissionalmente bons, com muito mais trabalho do que outros colegas excepcionais na área.

Tudo por conta de bons relacionamentos.

 

11) Mantenha-se sempre atualizado

O mundo está se transformando cada vez mais rápido. Então, tenha cuidado para não se tornar obsoleto.

Leia mais sobre as novas tendências e estilos e faça os novos cursos que surgirem.

Participe de blogs e redes sociais que sirvam de referência gráfica.

 

12) Evite fazer mudanças na frente do cliente

Pode parecer engraçado, mas você receberá uma série de comandos aleatórios que podem estragar o projeto e serem rejeitados pelo próprio cliente ao final do serviço.

 

13) Registre tudo

Todos os acordos e pedidos de alteração precisam ser bem documentados via e-mail pelo designer gráfico. Assim, você tem boas anotações para revisar e se protege para o caso de ter que confirmar o que foi combinado com o cliente.

 

14) Café e contemplação

Se possível, dê uma pausa para respirar. Algumas das melhores ideias surgem quando você está relaxado.

 

15) Tenha uma boa gráfica parceira

designer gráfico agraficaTodo designer gráfico precisa ter uma gráfica parceira, pronta para ajudar, e principalmente confiável em relação a prazos.

Aqui na AGráfica, prezamos pela confiança a fim de manter uma parceria duradoura e ganha-ganha.

Entre em contato com a gente para saber o que podemos oferecer tanto para designers freelancer, quanto para agências.

 

16) Não critique o cliente

Antes de reclamar dos pedidos excessivos de alteração, tente entender a visão de mundo e as motivações do cliente. Ninguém conhece melhor a empresa do que o próprio. Você pode se surpreender com a quantidade de informações que conseguirá em uma breve conversa.

 

17) Saiba o momento de pegar a bola e sair do jogo

Aquele cliente é crítico demais, muda de ideia a todo o tempo e ainda não valoriza o trabalho do designer, pagando menos do que deveria pela quantidade de trabalho? Você não é obrigado a dizer sim para tudo. Economize seu tempo e sua paz de espírito.

 

Agora que está por dentro daquilo que todo designer gráfico deve saber, que tal dividir isso com seus colegas de profissão? Compartilhe esse artigo.


Tags

design, designer gráfico, freelance


You may also like

Panfletos funcionam?

Panfletos funcionam?

Qual é o tamanho ideal para panfletos?

Qual é o tamanho ideal para panfletos?
Leave a Reply
{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}