Qual a melhor estratégia de venda para seu negócio?

Imagine a cena.

Sábado de manhã, toca o telefone, você atende.

Um vendedor oferecendo banda larga para sua casa.

Você fica p*** da vida, certo?

Depende.

Isso mesmo.

E se você acabou de se mudar, e está avaliando planos de internet?

Ou então o seu provedor está apresentando muito problemas, e você está considerando analisar outro.

 

Nessas situações, você até fica feliz com a ligação do vendedor.

Você pode estar se perguntando:

Mas quais as chances disso acontecer?

São bem pequenas, de fato.

Mas funciona. (se não funcionasse, eles estariam fazendo isso até hoje?)

Se você deve usar essa estratégia ou não, são outros quinhentos.

 

Estratégia de venda, qual você deve usar para o seu negócio?

Para ajudar você nessa resposta, você precisa saber com Quem você vai falar, e a Jornada de Compra desse consumidor.

A Persona

É um personagem que representa o seu cliente ideal.

Por que personagem? Porque eles costumam ter nome, idade, etc e até um rosto.
Tudo isso para gerar uma conexão maior entre você e sua persona, na hora de se comunicar com ela.

Obviamente que as características que você define para sua persona são baseadas nos seus clientes atuais.

E por último, você pode ter mais de uma persona.

Por ex, aqui na AGráfica temos 3 Personas

O empreendedor, dono de um negócio ou autônomo.

A agência de marketing, designers e freelancers.

Outras gráficas que revendem nossos produtos.
Para cada persona, uma comunicação diferente.

O empresário está interessado em vender mais, fidelizar clientes, melhorar processos, etc.

As agências e designers querem uma gráfica confiável para indicarem os clientes delas. Uma gráfica que atenda todas as ideias delas, com qualidade e responsável no prazo.

Já as outras gráficas querem preços diferenciados para revenderem os nosso produtos.

Jornada de Compra

Agora que você já sabe com quem está falando…

… você precisa definir o que falar com eles, em determinados momentos.

Para isso, você precisa conhecer a Jornada de Compra do seu consumidor.

Ela é o trajeto pelo qual seus potenciais clientes vão passar antes de ser tornarem seus clientes de fato.

São etapas que passam, mesmo que inconscientemente, até chegar a seu produto.

Podemos dividir em 3 Partes:

Consciência

Onde o seu potencial cliente expressa alguns sintomas de um determinado problema que nem mesmo ele sabe que tem

Consideração

A pessoa assume e entende que tem um problema a ser resolvido
Decisão

É tomada uma ação para resolver aquele problema que foi encontrado e diagnosticado.

Você precisa definir quais são as necessidades de seus potenciais clientes em cada uma dessas etapas.

Quais dúvidas eles gostariam de solucionar e quais os seus maiores problemas.

E a partir disso, montar a sua estratégia de comunicação.
Quanto mais você combinar o CONTEÚDO certo, para a PESSOA certa, e na HORA certa…

… mais você aproxima as pessoas a virarem seus clientes.

Quando um telemarketing liga para sua casa e “acerta” o momento que você estava DECIDIDO em comprar a solução para seu problema de internet…

… ele acertou o que você precisava, logo você : ) e no momento certo.

Mas imagina quantas vezes ele errou. E exatamente por isso, ouviu alguns maus bocados sobre invasão da privacidade.

Como disse antes: Funciona.

Mas é a melhor opção?

E se em vez de fazerem isso, eles tivessem um site, um blog abordando os estágios de Conscientização e o de Consideração.

Por exemplo: artigos explicando o que uma internet com alta velocidade pode fazer por elas.

Falando sobre vídeos com uma persona, produtividade de trabalho com outra persona, e assim por diante.

Seria a Conscientização: a pessoa percebe que tem um problema.

No final do artigo, ter um convite para conhecer a internet deles por um tempo gratuito.

Ou, sendo inviável, ter um ebook sobre produtividade, ou sobre as melhores sérias para se assistir no netflix.

O potencial cliente começa a Considerar resolver o problema dele.
Mas em troca desse tempo gratuito ou ebook, a empresa pega alguns dados do cliente.

Pode ser e-mail, endereço, telefone, etc

Depende da estratégia.

Com isso, ela consegue continuar um relacionamento.
(quem sabe enviando outros materiais de interesse)

E ao mesmo tempo oferecer o seu produto.

Para quando for a hora da Decisão, você conquistar a venda.
Lembre-se: você pode criar a sua jornada de compra de diversas formas.

Não precisa (e nem deve) ser somente no meio online.

Você pode inclusive misturar os meios.

Por exemplo: se você tem um teatro, pegue os e-mail e telefone das pessoas.

Você inicia a Jornada de Compra do seu cliente “offline” e continua “online”, e depois pode até voltar ao “offline” telefonando para eles.

A regra aqui é: NÃO SEJA CHATO.

Quais são as necessidades e problemas de seus clientes em cada etapa?

Pronto.

Entre tantos meios de se comunicar com seu cliente, um deles é a divulgação impressa.

Você pode utilizar panfletos, flyers, folders e folhetos em quaisquer um dos 3 estágios da jornada de compra.

Se você quer saber como criar o conteúdo ideal para um panfleto que de fato converte em vendas…

…. deixe seu nome e e-mail nos campos abaixo, e receba em seu e-mail nosso guia Segredos da Panfletagem


Outros Artigos que você pode gostar
Panfletos funcionam?
Deixe um comentário
{"email":"E-mail inválido","url":"Endereço web inválido","required":"Preencha os campos"}